ACOLHIMENTO

A Acreditar tem rostos que vão ao encontro.

“Não procuro satisfação pessoal quando vou à Pediatria, basta-me apenas saber que, naquele momento, aquela mãe, pai, avó ou tia olham para mim e para a história do meu filho com o sentimento de que é possível, de que podem acreditar pois têm um caso de sucesso à sua frente!”
Delmira, mãe do João e voluntária

O dia em que uma família entra pela primeira vez a porta do Hospital é um momento de apreensão e vulnerabilidade. Vêm de cantos diferentes do país, mas buscam em comum poder acreditar.

A Acreditar faz um acolhimento de tranquilização a pais e filhos. Voluntários adultos (apenas aqueles que tenham tido a doença ou que foram pais e mães) disponibilizam-se para ir semanalmente ao encontro das novas famílias, prestando apoio emocional, orientação nas questões mais abrangentes ou esclarecimento nos pequenos detalhes. Através da experiência comum que os une, cria-se um sentido instantâneo de comunidade que diminui o sentimento de isolamento e de medo. Mas este apoio vale sobretudo porque é uma fonte de esperança.

"Não fomos nós que procurámos a Acreditar, a Acreditar é que veio ter connosco."
Pais da Sofia

Em 2016 acolhemos 276 famílias.
Faz a diferença.
Custo total da chamada: 0.60€
A favor da ACREDITAR: 0.48€
Faça já o seu donativo
Através do EASYPAY

Partilhe este verbo, siga-nos em:

NEWSLETTER ACREDITAR

Receba notícias da Acreditar na nossa newsletter semestral.